comportamento negativo

A Psicologia Positiva (PSP) propõe a aplicação das intervenções psicológicas positivas para aumentar o nível de bem-estar e felicidade no trabalho. Mas obviamente a aplicação delas em uns funcionários podem não ter o mesmo efeito que em outros.

A intensidade do comportamento negativo dos colaboradores desmotivados prediz se elas terão sucesso ou não.

Muitos podem estar tão dominados pela negatividade que para eles não há mais solução. A contaminação do ambiente é tão grande que os prejuízos são muito maiores do que se possa imaginar.

Prejuízos com a Desmotivação e a Falta de Comprometimento

Quando um colaborador não se sente comprometido e engajado, obviamente que sua produtividade fica prejudicada, mas isso se alastra de forma exponencial, para toda a organização.

Em uma pequena empresa com 50 funcionários e custo de hora média de R$ 40,00, o prejuízo com a desmotivação e a falta de comprometimento pode ultrapassar  um milhão de reais por ano.

E os prejuízos não ficam restritos às horas perdidas com a falta de comprometimento e desmotivação (fofocas, indolência, presenteísmo, má vontade).

Os benefícios que ele deixa de trazer para o trabalho como a energia, o entusiasmo e a criatividade, além dos negócios que se perde pela sua falta de vontade são custos implícitos altíssimos para a empresa.

E a coisa fica ainda seriamente complicada quando ele passa de desmotivado a extremamente negativo.

Nesse caso, os efeitos sobre a equipe a empresa são avassaladores. A toxina emocional torna-se uma força poderosa quando as pessoas trabalham juntas.

Uma laranja podre afeta a equipe de várias formas e nenhuma delas positiva.

O que Fazer com um Profissional Extremamente Negativo?

Primeiramente, entender que nenhuma competência compensa um comportamento tóxico dentro da empresa.

Segundo, ter a compreensão que reverter um comportamento negativo demanda muito investimento de energia, tempo e dinheiro; e mesmo assim, pode não dar certo.

Terceiro, aceitar que a rotatividade (turnover) não é algo extraordinário, e sim, normal dentro das organizações. Mesmo em empresas com ambiente excelentes e altíssimos investimentos no bem-estar dos colaboradores, existem desligamentos do trabalho. Nesses casos, o turnover é muito baixo, mas existe.

Portanto, estamos falando de uma demissão como última alternativa para solucionar o problema de um colaborador seriamente negativo.

Mas antes de chegar nesse ponto, a Psicologia Positiva nos oferece práticas de baixo custo e altos benefícios para gerar engajamento e bem-estar nos colaboradores.

É o que tratamos no próximo artigo. Clique aqui para saber quais são e como aplicá-las na sua empresa.

formacao-coaching2