VOCÊ NÃO SERÁ UM BOM LÍDER SE NÃO FOR UM BOM COACH

Coaching na liderança

Recentes pesquisas revelam o que há muito tempo já sabíamos: a competência gerencial que separa o líder extraordinário (altamente eficaz) do líder mediano é o COACHING.

Ao contrário do que muitos líderes pensam, exercitar o coaching no local do trabalho não requer, necessariamente, sessões formais e estruturadas. Podemos exercitar essa competência de maneira fluida e recorrente.

Para ser um líder coach, fundamentalmente é necessário ter em mente que seu papel é desenvolver pessoas, ativa e continuamente.

Aliás, sempre falamos em nossos treinamentos que, chegamos ao ápice como líderes quando formamos  líderes melhores que nós.

Como Exercitar o Coaching na Liderança

Por certo, o autoconhecimento, as mudanças comportamentais,  a aquisição de novas habilidades, o alinhamento de carreira são objetivos importantes. E para atingi-los, nos apoiamos nas ferramentas do coaching.

Principalmente, existe uma ferramenta, rápida, prática e abundante que podemos utilizar a todo momento. Trata-se das perguntas poderosas. Elas são o principal recurso que todo líder coach dispõe.

Portanto, nossa maior orientação é essa: como líder, use MUITO as pergunta poderosas.

Para complementar, condensamos 4 dicas que são de grande valia para exercitar o coaching na liderança:

4 dicas fundamentais do Coaching na Liderança

1) Pergunte, não diga o que fazer

Por mais difícil que pareça, deixe que seus colaboradores encontrem os próprios caminhos. Sobretudo, use perguntas abertas para ajudá-los a propor seus próprios objetivos e desafios. “O que podemos fazer sobre isso?; “Você tem algo em mente em relação a esse assunto?” ouO que você sugere nesse caso?” são exemplos de perguntas que você pode fazer no dia a dia.

2) Ouça na essência

Ouça o que estão dizendo. Sobretudo, o que não estão dizendo. Não somente com os ouvidos, ouça com os olhos, perceba o que está acontecendo ao seu redor. Nosso corpo fala, perceba os sinais que eles estão emitindo. Principalmente, entenda seus anseios e preocupações, depois, demonstre seu apoio. Percebo que você está preocupado com […], há algo que possamos fazer a respeito?” é um exemplo do que você pode dizer/perguntar.

3) Concentre-se nos avanços positivos

Apesar de errarmos muitas vezes, acertamos muito mais do que erramos, caso contrário, nem estaríamos nesse planeta. Sem dúvida, o erro faz parte do aprendizado. Por isso, incentive os colaboradores a procurar soluções e a pensar em áreas potenciais de crescimento em vez de problemas e frustrações.  Exemplos: Dessa vez não deu totalmente certo, o que podemos fazer diferente para não haver falhas na próxima?” ou “O que podemos fazer para mudar os resultados?”

4) Crie e demonstre senso de responsabilidade

Antes de tudo, seja o exemplo. Primeiramente, certifique-se de cumprir os próprios compromissos assumidos. Ao traçar um plano de ação junto com os liderados, lembre-os do compromisso pelo próprio desenvolvimento e de colocar o que foi acordado em prática. Faça acompanhamentos intermediários, não deixe esgotar prazos para perguntar se estão com algum problema. Como está o projeto?” ou “Está precisando de ajuda com o plano?” são exemplos de perguntas nesse caso.

Em suma, o coaching é uma metodologia excepcional que pode ser exercida por todo líder.

Finalmente, essa prática fortalecerá a relação e isso facilitará o trabalho em equipe, o atendimento às demandas diárias e a superação de desafios.

Seja um bom líder, seja coach. Seus liderados saberão que podem se apoiar e confiar em você e isso fará toda a diferença.

CLIQUE AQUI PARA CONHECER AS 10 PERGUNTAS QUE TODO LÍDER COACH PODE FAZER DIARIAMENTE!

Artigo escrito em colaboração com a Profa. Dra. Yeda Oswaldo.

One thought on “VOCÊ NÃO SERÁ UM BOM LÍDER SE NÃO FOR UM BOM COACH

  1. Pingback: 10 perguntas que todo líder coach deve fazer diariamente. - Instituto ISI Infinity

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X