COMO AUMENTAR O QUOCIENTE DE POSITIVIDADE

COMO AUMENTAR O QUOCIENTE DE POSITIVIDADE

Positividade

Atualmente a neurociência e a psicologia consideram o Quociente de Positividade (QP) essencial para melhorar o desempenho, alcançar as metas e aumentar a felicidade.

O QP mostra a porcentagem de tempo em que seu cérebro trabalha positivamente (a seu favor) “versus” negativamente (sabotando você).

Nesse conceito, quando a nossa mente trabalha de forma positiva, significa que estamos no controle de dela, utilizando-a de forma benéfica e a nosso favor.

Lado Direito x Lado Esquerdo do Cérebro

Segundo a Neurociência, o lado direito do cérebro lida com o todo, como as imagens, a linguagem não verbal e a detecção de coisas invisíveis como a energia e as emoções. Ele ajuda na percepção de nossas sensações físicas e emocionais, contrastando com o lado esquerdo do cérebro mais voltado para o pensamento lógico e linear, que lida com os detalhes e a racionalidade. O lado direito nos leva aos relacionamentos, positividade, alegria e significado.

Quando somos crianças existe um equilíbrio maior no uso dos dois lados. Conforme crescemos, nosso cérebro de sobrevivência (lado esquerdo) é continuamente reforçado e exercitado com recompensas, o que acaba atrofiando o lado direito (QP). A boa notícia é que os músculos do cérebro QP ao serem exercitados respondem bem em um tempo relativamente curto.

Inteligência Positiva

Pessoas que praticam a Inteligência Positiva no seu dia a dia apresentam resultados significativamente melhores. Vendedores com QP vendem 37% mais do que os colegas com QP menores. Uma pesquisa realizada com 275 mil pessoas diferentes, concluiu que QP maior leva a salários maiores e maior sucesso nas áreas do trabalho, casamento, saúde, sociabilidade e amizade. Líderes com QP maior são mais precisos e cuidadosos ao tomar decisões, na compreensão das equipes e no enfrentamento de crises.

Potencializar a Inteligência Positiva, significa pensarmos positivamente, parece simples, mas não é. Desde a nossa infância fomos estimulados a exercitarmos não o nosso QP e sim os nossos sabotadores que são os inimigos internos, formados pelo conjunto de padrões mentais negativos, automáticos e habituais que trabalham contra nós.

Sabotadores Internos – Como Vencê-los

A questão não é se você tem ou não sabotadores, mas a intensidade que eles permanecem na sua mente, sentimentos e ações. São esses pensamentos negativos que dizem o tempo todo que você não é capaz, que não conseguirá e que as circunstâncias não ajudam. Os sabotadores estão nas regiões do lado esquerdo do cérebro que se concentravam inicialmente na área de sobrevivência física ou emocional. O principal e maior sabotador é o “crítico” que só faz encontrar defeitos em nós mesmos e nos outros, gerando e alimentando emoções negativas como a ansiedade, o estresse, a raiva, a decepção, a vergonha e a culpa.

Para vencer os sabotadores é necessário enfraquecê-los por meio do fortalecimento do lado direito do cérebro, área responsável pela positividade, onde está a mente aberta, a criatividade e a inovação, as soluções de problemas, a empatia, dentre outras.

É necessário identificar pensamentos e sentimentos que nos impedem de explorar o nosso potencial e alcançar a autorrealização.

Outras dicas para desenvolvimento dos músculos do cérebro QP é ler bastante (de preferência livros de ficção), fazer atividades físicas, caminhadas todos os dias, ouvir música prestando atenção à letra e ritmo, estar com os entes queridos, ter foco e concentração, escutar os sons que o rodeiam; relaxe por alguns instantes mesmo que seja no seu local de trabalho, sinta o peso do seu corpo na cadeira. Por serem exercícios simples pode parecer a princípio que não façam nenhum sentido, mas na prática já ficou comprovado que impactam e fortalecem os músculos do cérebro QP.

*Artigo inspirado no livro Inteligência Positiva de Shirzad Charmine.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aviso Legal: O resultado individual varia conforme o nível da habilidade aprendida, a dedicação e o esforço de cada participante. Dispensar

X