CONTÁGIO EMOCIONAL: COMO COMBATÊ-LO

O contágio emocional é um fenômeno automático, nem todos sabem o que ele significa e, muito menos, quão suscetíveis são a ele.

Assim sendo, é importante ficar consciente ao perceber que isso está ocorrendo no ambiente, seja ele presencial ou online. E principalmente, não ajudar a agravar o problema, como está ocorrendo com as pessoas frente à pandemia do novo coronavírus.

Portanto, a autogestão emocional é fundamental. Não se trata de passividade ou de ignorar o problema, mas sim, parar para pensar e dar melhor resposta à crise.

Para tanto, precisamos de estratégias eficientes.

Dicas para Lidar com o Contágio Emocional

Para não sucumbir ao contágio emocional, o primeiro passo é fazer a gestão das suas próprias emoções e depois, da emoção dos outros.

Selecionamos quatro dicas para auxiliá-lo no combate ao contágio emocional negativo perante um grupo:

1. Gerencie a si mesmo

Tenha autocontrole emocional. Mantenha-se calmo e sereno diante da situação.

Além disso, se mostrar pânico, desespero ou exasperação, será somente mais um a disseminar o contágio emocional.

Igualmente, pratique a autovalidação emocional dizendo a si mesmo: “Eu posso lidar com esse problema.”

Bem como, utilize a velha tática de respirar e contar até 10 para diminuir a intensidade das suas emoções.

2. Gerencie os outros

Mantenha-se equilibrado, aos poucos alivie a ansiedade dos demais.

Conecte-se a eles a um nível emocional. Mostre-se compassivo, solidário, confiável e empático, seja sensível ao que estão sentindo.

Por outro lado, evite dizer no início para eles ficarem calmos, essas palavras poderão deixá-los mais nervosos e agitados.

Você pode começar a falar sobre o fato no ritmo deles, mas depois, vá desacelerando.

3. Mude o clima

Quando eles perceberem que você os compreende, é o momento de você mudar o humor do grupo. Sorria, primeiro utilize palavras que acalmam como “paz” ou “sereno”, por exemplo.

A medida que forem se acalmando, ficarão mais receptivos, ouvirão o que você tem a dizer e estarão dispostos a cooperar.

Nesse momento, desperte um clima positivo-realista, mostre o outro lado dos fatos e utilize palavras energizantes como “extraordinário”; “perfeito”; “maravilhoso” ou “incrível”.

4. Demonstre sabedoria na solução

Durante a conversa, use a razão e a emoção nos pensamentos, palavras e ações.

Seja realista e consciente dos fatos, sem esconder ou diminuir a seriedade dos acontecimentos.

Faça perguntas, evite dar respostas. Entretanto, se tiver contribuições a dar, sugira por meio de frases que iniciem com “E se….” (e se fizéssemos; e se tentássemos…).

Finalmente, é importante lembrar que não temos a solução para todos os problemas do mundo, mas podemos contribuir, para achá-la, em vez de fazer parte dos problemas.

Lembre-se que da mesma forma que o negativo é contagiante, a positividade, o bom-humor, o otimismo e a esperança também o são.

—————————————

Artigo escrito em parceria com a Profa. Ma. Elaine Dias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X