10 DICAS PARA MELHORAR OS RELACIONAMENTOS INTERPESSOAIS NO TRABALHO

10 DICAS PARA MELHORAR OS RELACIONAMENTOS INTERPESSOAIS NO TRABALHO

 

Relacionamentos Interpessoais no Trabalho

O estudo do comportamento mostra que as pessoas possuem habilidades, capacidades, percepções, conhecimentos e motivação próprias e quando se encontram em um mesmo ambiente invariavelmente ocorrem conflitos em relação a valores, atitudes e ideias, o que é relativamente normal.

O ciclo de convivência humana inicia-se com a família e ao longo da vida se estende para outros meios sociais como vizinhança, escola e depois o trabalho e é justamente nesse último que as divergências mais acontecem. É nele que necessitamos conviver uns com outros de forma mais intensa e por um longo período, dividindo espaços e compartilhando ideias, colocando à prova a habilidade em lidar com as situações imprevisíveis e com as relações interpessoais difíceis.

Convivência com Pessoas Diferentes

Na maioria das vezes não temos escolhas, precisamos conviver com pessoas de outros perfis comportamentais, até mesmo com aquelas que não somos compatíveis ou com as quais não existem afinidades, já que o labor requer justamente a habilidade de relacionamento com pessoas diferentes.

Quando compreendemos os perfis comportamentais entendemos que as pessoas agem e reagem de forma diferente diante das situações apesar de estarem nas mesmas condições.

Conhecendo os 4 Perfis Comportamentais

Comunicador, analista, executor e planejador

Utilizamos 4 perfis comportamentais que podem auxiliar a entender essas diferenças:

Enquanto para o perfil comunicador a música no ambiente de trabalho é um estímulo positivo, para o perfil analista ela atrapalha e o faz perder a concentração. Da mesma forma, o perfil executor sente a necessidade de se superar quando desafiado, já o perfil planejador fica apático nas mesmas condições.

Utilizando as Diferenças em Prol da Boa Performance

A verdadeira habilidade está em conviver com todas essas variáveis sem prejudicar os relacionamentos e o ambiente de trabalho. “Conviver” significa viver em comum, consistindo em partilhar ideias, experiências, práticas, gostos e a própria vida com os outros. Uma time eficaz possui pessoas com perfis distintos que se relacionam harmonicamente, trabalham em sinergia e se complementam.

Conviver bem é compreender e aplicar as competências emocionais e comportamentais em prol de melhores performances, em busca de metas comuns, obtendo qualidade de vida satisfatória para todos os envolvidos.

Carl Jung na sua “bússola da psique” nos mostra que se somos fortes em um pólo, somos menos desenvolvidos em outro, por isso, a complementaridade dos perfis é muito bem vinda nas organizações. Se o perfil comunicador não é bom no planejamento e organização, ele pode contar com o perfil analista que é exímio em estratégia e planos.

P. S. Robbins, um dos maiores estudiosos do comportamento organizacional afirma que o resultado desse esforço coordenado pode ser maior que a soma das partes. Como exemplo, o resultado da soma de 1 + 1 + 1 pode ser maior que 3.

10 Dicas de Boa Convivência no Trabalho

Primeiramente é preciso existir o respeito, sem o qual o bom relacionamento pode nunca vir a acontecer.

Seguem 10 dicas de atitudes individuais para a boa convivência no trabalho, respeitando os perfis comportamentais diferentes:

  1. Não utilizar as fraquezas do perfil comportamental para causar constrangimento e vergonha.
  2. Otimizar os pontos consolidados (fortes) dos perfis.
  3. Não generalizar com características negativas, como por “exemplo: você é muito ansioso” – pontue o fato.
  4. Não esnobar as pessoas por meio de falsas sutilezas ou genialidades.
  5. Não deixar se levar por nervosismos, impaciências, egoísmos.
  6. Observar as pessoas, sentir o que incomoda e o que as agrada.
  7. Ser empático, entendendo ou se colocando no lugar do outro.
  8. Respeitar o espaço e o tempo do outro.
  9. Dar atenção às pessoas, independente do cargo ou posição que ocupem na empresa.
  10. Ressignificar e perdoar erros honestos.
Independente das diferenças e dos perfis comportamentais, não existem ganhadores em um ambiente conflituoso. Conviver bem com o outro é um exercício diário e necessário para gerar um bom clima no trabalho, relacionamentos saudáveis e resultados positivos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aviso Legal: O resultado individual varia conforme o nível da habilidade aprendida, a dedicação e o esforço de cada participante. Dispensar

X