EMOÇÕES NEGATIVAS SÃO CONTAGIOSAS

As emoções negativas intensas, expressas com mais ênfase são ainda mais contagiosas.

No cenário atual somos bombardeados com informações ruins, gerando emoções negativas que podem se espalhar para centenas de pessoa, de forma presencial ou online. E assim criar nervosismo e pânico generalizados.

Indiscutivelmente, tal como um fumante passivo que absorve o ar contaminado do tabagista, a negatividade é altamente contagiosa. Por conseguinte, o simples fato de uma pessoa andar de forma rápida pela sala, digitar com fúria no teclado ou respirar rapidamente, provoca uma sensação ruim em nós.

Da mesma forma, se você tem contato com uma pessoa ansiosa por somente cinco minutos, as chances de também ficar ansioso é exponencial.

O ser humano se contamina emocionalmente por coisas muito pequenas.  Uma única pessoa que sai do grupo do WhatsApp tem o poder de levar várias outras. Chega ao ponto até do grupo se desfazer por inteiro.

Imediatamente, a saída de uma pessoa é percebida como algo negativo. Esse fato cria um alerta no cérebro das outras, que agem por impulso, imitando-a e assim sucessivamente, até ocorrer uma contaminação generalizada. Elas não raciocinam se foi a melhor opção, simplesmente partem para a ação e saem do grupo.

Resta saber se o mesmo ocorre com as emoções positivas.

Emoções Positivas também são Contagiantes?

O inverso também é verdadeiro. Assim como somos contaminados pela negatividade, a positividade também tem tal poder  De forma presencial ou remota.

Quando os espectadores vêem uma postagem positiva nas redes sociais, eles reagem com emoções positivas intensificadas.

Basta dizer quanto a risada de uma pessoa contamina as demais. Quando ela dá gargalhadas perto de nós, é quase irresistível não acompanhá-la.

Por essa razão, é preciso ter consciência e combater o contágio emocional, mesmo em ambientes adversos e com tantas notícias ruins relacionadas ao novo coronavírus.

Por fim, você não será contaminado emocionalmente se estiver equilibrado, caso contrário, reagirá aos estímulos negativos automaticamente, sem pensar que também pode ser um disseminador da negatividade.

—————————————

Artigo escrito em parceria com a Profa. Ma. Elaine Dias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X