ORATÓRIA: O MEDO E A ARTE DE FALAR EM PÚBLICO

ORATÓRIA O MEDO E A ARTE DE FALAR EM PÚBLICO

Oratório

Quem São as Pessoas que Precisam Dominar a Oratória

Enganam-se aqueles que pensam que somente determinadas pessoas precisam dominar a arte de falar em público.

Não são apenas professores, políticos ou vendedores que precisam fazer uma boa apresentação oral para o alcance de metas e resultados. Expressar-se em público não está relacionado somente a situações em que é necessário falar perante uma grande plateia.

A arte da oratória é necessária para qualquer pessoa que necessite se expor de alguma forma, falando com pequenos grupos (em uma reunião, por exemplo), apresentando um trabalho na escola ou perante amigos necessita saber se posicionar, argumentar e defender suas ideias.

A comunicação é uma habilidade comportamental cada vez mais valorizada, sendo considerada fundamental para o crescimento pessoal e profissional.

Pesquisas e Curiosidades Sobre o Medo de Falar em Público

Muitas pessoas se sentem incomodadas em interagir com outras em pequenas situações, até mesmo durante uma festa, por exemplo, quando são convidadas a fazer um brinde ou um elogio.

Mas elas não estão só, observe os dados abaixo:

  • Pesquisas realizadas pelo jornal inglês Sunday Times e a Revista Você S/A acerca dos maiores medos, falar em público é considerado um dos principais temores do ser humano. Para muitas pessoas é tão ou mais apavorante que o medo da morte, de doenças, da privação de liberdade, de bicho ou de altura.
  • Pesquisas demonstram que 90% das pessoas que procuram um curso de oratória é por medo de falar em público.
  • Instituto Nacional de Saúde Mental, classifica  nos distúrbios de ansiedade o medo de falar em público como fobia social.
  • Só 7% das pessoas nascem com esse dom e mesmo assim, ele deve ser aprimorada com o tempo. 93% adquirem a prática de falar em público.

Como o Medo se Manifesta

Quando se veem na condição de oradoras, sentem uma ansiedade avassaladora, timidez e constrangimentos que inundam sua mente com pensamentos de medo, gerando uma situação de pânico generalizado. Nesses casos, é comum aparecerem sintomas como uma sensação de algo gelado ou quente em algum lugar do corpo, a voz trêmula, sudorese, tremores, rubor facial, falta de ar, tontura e até mesmo náuseas e problemas gastrointestinais.

O pânico da exposição e de errar faz com que as pessoas sintam bloqueios na hora de expressar suas ideias, por isso, controlar o nervosismo é fundamental para se ter coerência de pensamentos, para que o medo não tome conta da mente, das emoções e das ações. É natural que nos primeiros minutos de apresentação as pessoas fiquem receosas e nervosas, mas tendo o domínio do que será dito ao longo da exposição, essa tensão deve se dissipar, caso contrário pode comprometer a apresentação e os resultados do processo.

Como Superar o Medo de Falar em Público

O medo de falar em público é um obstáculo que pode ser superado, diante de um preparo adequado é possível ganhar confiança, aumentar a eficiência, falar com naturalidade e desembaraço e eliminar os temores nessas situações.

Mesmo aquelas pessoas que têm facilidade para se comunicar, necessitam de aprimoramento constante nas técnicas de apresentação e oratória.

Falar muito não é comunicar-se bem. O bom orador é aquele que fala em 10 minutos o que os outros demoram o dobro do tempo para falar.

Dicas

I. Trabalhe com Seus Pensamentos

Tirar do pensamentoPensamento correto
Como a plateia me vê?O que eu posso fazer para que a plateia ela entenda meu pensamento?
Como vou conseguir sair dessa?Como posso servir as necessidades de minha plateia?
O que as pessoas pensarão de mim se perceberem que estou nervoso?Como posso adicionar mais valor à experiência das pessoas da plateia e fazer diferença em suas vidas?

II. Não deixar que o medo distorça a sua realidade.

Você acredita realmente em todas coisas horríveis que podem lhe acontecer?

Se  disse “não” a essa pergunta, por que volta a acreditar nessas previsões pessimistas como se fossem verdadeiras?

Probabilidade de:
Esquecer TUDO na apresentaçãobaixa
Parecer idiotasbaixa
Todos perderem o respeito por nósbaixa

III.  Prepare-se, seguindo a lista abaixo.

  1. Conheça seu público. Quem vai ouvi-lo falar?
  2. Conexão antes, durante e depois da apresentação.
  3. Qual o nível de compreensão da plateia?
  4. Tenha domínio do assunto.
  5. Treine e pratique. (Por 2 semanas ou quantas vezes forem necessárias).
  6. Faça uma simulação da sua fala com pessoas de sua confiança (feedback e autofeedback).
  7. Faça um roteiro com início, meio e fim.
  8. Organize o discurso. Crie um mapa mental.
  9. Leve as  anotações.
  10. Grave sua voz, filme sua imagem.
  11. Tranquilize sua mente.
  12. Gerencie os pensamentos negativos.
  13. Imagine-se vencendo seu medo. Pense no bem estar que sentirá.
  14. Controle da respiração: exercícios respiratórios proporcionam segurança.
  15. Autocontrole. Prepare-se antes em um local “seguro”. Feche os olhos e mude o foco de pensamentos.
  16. Tenha pontualidade.
  17. Respeite o tempo da apresentação.
  18. Seja  natural e simpático, cumprimente as pessoas.
  19. Agradeça a oportunidade.
  20. Tenha autoconfiança, mas não seja presunçoso, seja humilde.
  21. Não se autopromova.
  22. Estatísticas sobre o assunto sempre causam impacto inicial.
  23. Não seja prolixo, simplifique, seja objetivo.
  24. Use humor inteligente.
  25. Não aborde temas polêmicos (política, futebol, religião).

IV – Cuide da sua Imagem

Tenha um vestuário adequado e clássico.

V – Linguagem Verbal e Não-Verbal

Cuide do que você vai dizer, e principalmente, do que não vai dizer. Observe sua postural corporal, mãos, gestos, expressões faciais.

No início da minha carreira como palestrante eu pesquisei muito as técnicas de oratória e comunicação. Aprendi muito com elas.  Com o tempo aprendi que o que faz minhas apresentações interessantes,  o que me torna única, diferente de tantos outros, sou eu mesma, minha história, meu conteúdo, tudo que aprendi com meus estudos e com a vida.  Finalmente compreendi que o mais importante era ser simples, falar com emoção e tocar o coração das pessoas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aviso Legal: O resultado individual varia conforme o nível da habilidade aprendida, a dedicação e o esforço de cada participante. Dispensar

X