O LADO SOMBRA: NOSSO ASPECTO INDESEJÁVEL

O LADO SOMBRA: NOSSO ASPECTO INDESEJÁVEL

Lado Sombra

Segundo o psiquiatra e psicoterapeuta Carl Jung, o lado sombra, também chamado do “lado obscuro ou negro” é aquela parte do inconsciente que desprezamos, escondemos ou rejeitamos. O que preferiríamos não ser. Nosso lado sombra se refere às nossas intenções inconscientes.

O lado sombra lida basicamente com a dinâmica psicológica interior, influenciando todos os aspectos da nossa vida. Trabalhar esse lado significa enfrentar as interferências do inconsciente. A sombra é frequentemente projetada em outra pessoa, que aparece ao indivíduo como negativa.

Nascimento da Sombra

O nascimento da nossa sombra ocorreu quando éramos pequenos, quando o nosso pensamento lógico ainda não era desenvolvido e, de alguma maneira, entendíamos que de havia algo errado conosco. Toda vez que recebíamos uma crítica ou punição insensata, inconscientemente nos separamos do nosso “eu verdadeiro” para assegurar nossa sobrevivência emocional. Assim, nascia a nossa sombra.

A sombra fica à espreita, se esconde e engana mas podemos identificá-la em nós mesmos por meio de nosso comportamento em determinadas situações como exemplo gritando com os filhos, quando roubamos as ideias dos colegas de trabalho, bebendo demais, fumando, assinando cheques sem fundo, exagerando nos gastos, dentre outros.

E qual têm sido suas reações diante das situações na área pessoal e profissional? Quando está em grupo, como você reage se alguém diz que alcançou resultados surpreendentes? Sente inveja, ciúmes, raiva? São nesses momentos que reconhecemos nosso lado obscuro.

Duas Formas de Manifestação da Sombra

Existem, basicamente, duas maneiras de reconhecimento da sombra:

a) Forma positiva:   a pessoa fica hipersensível, facilmente apaixonada, possessiva, obcecada, excessivamente atraída ou talvez se torne uma idealização contínua que estrutura as suas motivações ou a sua disposição

b) Forma negativa: reações reativas, agressivas, invejosas, dentre outras.

A Necessidade de Reconhecimento da Sombra

É necessário compreendermos esse lado obscuro principalmente porque mantê-lo requer um esforço pesado, é preciso muita energia para esconder constantemente de nós mesmos os nossos aspectos indesejáveis.

De uma maneira inadvertida e inconsciente a nossa sombra molda nosso comportamento, criando padrões que a princípio parecem impossíveis de escapar.

Muitas vezes não queremos ver nossa sombra, mas gostemos ou não, a escolha é nossa. Podemos ser os donos da nossa sombra, trabalhando para nos tornarmos conscientes de nossos impulsos, sentimentos, necessidades e potenciais inconscientes e reprimidos, para sermos capazes de fazermos escolhas livres e conscientes na vida, ou ela será a nossa dona, ou seja, nossos impulsos e sentimentos rejeitados moldarão o desenrolar de nossa existência e identidade.

Quando entramos em contato com a nossa sombra liberamos a energia reprimida e a utilizamos para o crescimento, trabalhando com a nossa dinâmica psicológica interior, observando as dimensões de nossa vida que ela influencia. Para lidarmos com o nosso lado sombra, podemos usar da psicoterapia de uma forma mais profunda e no coaching ou mentoring de uma forma mais leve, expandindo a autoconsciência e abrindo novas opções do mundo exterior.

Devemos tornar a nossa sombra mais clara possível, trazendo à consciência nossos sentimentos, impulsos, necessidades, capacidades que foram reprimidos partindo do interior para o exterior, vivenciando a nossa essência e identidade para evolução do futuro que emerge.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aviso Legal: O resultado individual varia conforme o nível da habilidade aprendida, a dedicação e o esforço de cada participante. Dispensar

X