CONHEÇA SUA ÂNCORA DE CARREIRA: O QUE É IMPORTANTE PARA VOCÊ

CONHEÇA SUA ÂNCORA DE CARREIRA: O QUE É IMPORTANTE PARA VOCÊ

No contexto atual em que as carreiras são flexíveis e moldadas pelos próprios profissionais, repensar seus valores e perspectivas é ideal para uma autorreflexão já que o autoconhecimento ao longo da vida de cada pessoa espelha diretamente nas escolhas e na sua carreira profissional. É o que chamamos de Âncora de Carreira.

O quanto antes a pessoa se autoconhecer, mais cedo perceberá o quão aceitável serão as condições de determinada carreira, de determinada profissão. O autoconhecimento é considerado a parte mais difícil do processo de planejamento e reflexão da carreira profissional, pois envolve “saber se conhecer” e “olhar-se” diante dos valores pessoais, do próprio comportamento e da personalidade.

Influências na Carreira

A carreira é influenciada pelas preferências, vontades, ambições, motivação, cultura, expectativas e valores de cada um. Nesse sentido, valores são os planos de julgamentos (o que é correto, adequado, aceitável)que leva em consideração as preferências do que é desejável para você, são eles que determinam as propensões comportamentais que reforçam as decisões sobre as âncoras de carreira.

Segundo o Prof. Joel de Souza Dutra, um dos maiores especialistas brasileiros em carreira:

O conhecimento das pessoas sobre suas preferências profissionais habilita-as a fazer escolhas mais conscientes.

Valores e as 8 Âncoras de Carreira

Os valores impactam nas âncoras de carreira, que orientam as trajetórias profissionais, por isso conhecê-las é fundamental para a opção de uma carreira em detrimento de outras e até mesmo para definir o que a pessoa não aceita de forma alguma para si mesma.

Cada âncora indica os elementos da realidade que irão impactar nas preferências por determinada função, carreira, organização ou oportunidade. A âncora predominante norteia o comportamento profissional e demonstra do que ele não abdica mesmo quando precisa tomar decisões difíceis.

O conceito de âncoras é uma forma de explicar os motivos que levam às tomadas de decisões profissionais.

O professor e psicólogo Edgar Schein, um dos maiores pesquisadores sobre cultura organizacional propõe oito tipos de âncoras de carreira, onde convido cada leitor a uma autoanálise para saber do que “não abre mão” na hora de fazer escolhas profissionais.

1) Competência gerência geral: busca posições hierárquicas crescentes e de liderança. Valoriza e gosta de ser reconhecido pelos resultados. Gosta de fazer parte do sucesso organizacional.

2) Competência técnica ou funcional: valoriza o conhecimento, a especialização e o domínio técnico. Gosta de organizações que incentivam a educação (bolsas, verbas, licenças). Aprecia ser reconhecido e respeitado por outros especialistas ou por colegas de trabalho.

3) Segurança/Estabilidade: busca segurança física e financeira, com ganhos fixos. Gosta de rotinas, horários, estabilidade e garantia de emprego. Aprecia trabalhar em organizações que oferecem plano de carreira a longo prazo, concedem benefícios para o profissional e para a família (plano de saúde, aposentadoria).

4) Criatividade Empreendedora: preocupa-se em criar novos negócios, produtos ou serviços ou aprimorar o que já existem. É empreendedor, gosta de influenciar outras pessoas.

5) Autonomia/Independência: gosta de liberdade e independência. Busca empresas que ofereçam flexibilidade para decidir como e quando trabalhar. Aprecia remuneração por mérito e desempenho.

6) Serviço ou dedicação: Dedica a uma causa, contribui com a sociedade. Valoriza o esforço e não somente os resultados. É leal a uma causa e não à organização. Procura trabalhar em profissões relacionadas à assistência.

7) Desafio Puro: procura soluções para problemas aparentemente insolúveis, aprecia vencer situações adversas ou oponentes. Busca oportunidades constantes de provar sua capacidade e vencer obstáculos cada vez mais complexos. Pessoa competitiva, desafiadora e motivada.

8) Estilo de Vida: Busca oportunidades que permita conciliar e integrar necessidades pessoais, familiares e as exigências da carreira.

As âncoras afetam as decisões para mudança de emprego e determinam o que o profissional planeja e espera do futuro, influenciando suas reações em relação as suas escolhas e a transição profissional.

No atual cenário de mudanças, repensar a carreira profissional é muito mais do que mudar de emprego ou ascender hierarquicamente na empresa, sobretudo é desenvolver o autoconhecimento por meio do coaching, mentoring, psicoterapia,  para saber o que realmente é importante para você.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aviso Legal: O resultado individual varia conforme o nível da habilidade aprendida, a dedicação e o esforço de cada participante. Dispensar

X