AUTOCONHECIMENTO: CONHEÇA SEUS PONTOS FORTES

Pontos fortes autoconhecimento

Pontos Fortes: para fazer uma boa gestão de si, é preciso conhecê-los.

Profa. Dra. Yeda Oswaldo é muito boa na interação com as pessoas, em compreender suas necessidades, ajudá-las em seu desenvolvimento pessoal e profissional. Também se expressa muito bem, gosta de ministrar palestras, falar em público e transmitir seus ensinamentos por meio da comunicação verbal.

Mas não é boa com planilhas e coisas que exijam detalhismo, por isso, sempre que pode, fica bem longe delas. E para compensar essa limitação, conta com outras pessoas que possam lhe ajudar nisso. Essa complementaridade é ideal para o bom funcionamento das coisas.

Se por um lado ela não precisa investir seu tempo e energia na correção de seus pontos fracos, por outro, pode explorar mais seus pontos fortes. É um ganho duplo, afinal:

Conhecer os pontos fortes é fundamental para uma vida de autorrealização e também de realizações!

Entretanto, para conhecer os próprios pontos fortes, é preciso ter autoconhecimento. Ele é a base de tudo!

Podemos trabalhar um pouco do autoconhecimento nesse momento, começando sua reflexão sobre seus pontos fortes. Mas é importante saber que essa jornada não termina aqui, há muito ainda o que percorrer.

Recorreremos às perguntas poderosas do coaching para elevar seu nível da consciência. Sugerimos que para ter melhores efeitos, escreva suas repostas no papel.

Responda sinceramente às sete perguntas a seguir:

  1. No que você é potencialmente bom?
  2. O que você faz que o deixa energizado e não exausto ou esgotado?
  3. Como essas potencialidades podem lhe ajudar na sua jornada da vida? E na sua trajetória profissional?
  4. De quais maneiras você aprende melhor?
  5. Como produz melhores resultados?
  6. Quais seus valores pessoais mais profundos dos quais você não abre mão?
  7. Em que áreas suas potencialidades são reduzidas?
  8. Quais pontos fracos que o torna vulnerável? Como você pode compensá-los?

Depois de responder a essas perguntas, reflita um pouco sobre elas. Concentre-se nas oportunidades de como pode aprimorar seus pontos fortes, tornando-se excelente no que faz. Com certeza encontrará formas de fazer isso.

Pontos Fortes: Aumente suas Potencialidades

Segundo o visionário Peter Drucker, considerado o precursor da administração moderna:

Esforce-se para adquirir habilidades e conhecimento necessários à plena realização de suas potencialidades.

Lembrando que as potencialidades individuais adicionadas umas às outras, formam grandes times. Nesse sentido, Frederic Laloux, coach e escritor que aborda novos paradigmas de gestão, afirma que:

É possível criar organizações que extraiam mais do nosso potencial humano.

Por fim, reflita:

– Há algo que esteja inibindo seu potencial? Talvez você mesmo, outras pessoas ou o ambiente?

– Como pode eliminar ou neutralizar o que atrapalha o desenvolvimento dos seus pontos fortes?

– De quais maneiras você têm procurado aumentar seu potencial?

Para finalizar, deixamos uma dica importante:

Livre-se dos maus hábitos que inibem seu crescimento, seu aprendizado, sua eficácia e evolução. Eles podem ser de toda ordem, desde reclamações, pensamentos negativos, desorganização até arrogância ou procrastinação. Identifique quais são.

E definitivamente, parta para a ação, invista seu tempo e energia trabalhando e fazendo coisas onde pontos fortes darão melhores resultados.

58 thoughts on “AUTOCONHECIMENTO: CONHEÇA SEUS PONTOS FORTES

  1. Marcos Roberto Silva says:

    Quero trabalhar mais intensamente, mas não sei por onde começar, quero melhorar meu desempenho e também mostrar quem realmente sou e para que estou na empresa para ajudar no que for necessário.

    • Profa. Ma. Elaine Dias says:

      Olá Marcos, tudo bem? Durante o curso de Liderança você terá os recursos para isso, tanto para aumentar sua própria performance quanto incentivar o time a elevar a dele.

  2. Aline Massari says:

    Boa tarde prof Elaine.
    Preciso conhecer mais os meus pontos fortes, aprimorar e utilizar mais a meu favor.
    Os pontos fracos estou sabendo bem.

  3. Evanildo Júnior says:

    Excelente reflexão! Que sigamos nessa quebra de paradigmas de que a prioridade deve ser o trabalho nos pontos fracos, tão importante quanto, é potencializar aquilo que já somos bons!

  4. TATIANA says:

    Ótimo texto. Muito reflexivo . Aprendi que tenho que começar trabalhar a minha Gestão principalmente a questão da organização. Principalmente Gestão do Tempo!!!!

    • Profa. Ma. Elaine Dias says:

      Muito bom, Tati, excelente reflexão. As mudanças se dão por meio de autoconsciência e depois, pela ação.

  5. Jonatas Garcia Dias says:

    Estou muito satisfeito com este novo aprendizado e pode acreditar ja me ajudou bastante desde o ultimo encontro. e tenho muito ainda que aprender…

  6. Victor Orsi says:

    Ótimo texto. Gostei muito da dica de eliminar maus hábitos, por vezes não pensamos o quanto isso pode nos prejudicar no dia a dia.

  7. Letícia Dutra says:

    Aprendizado muito bom, me mostrou algumas coisas que já imaginava, agora é colocar em prática, usufruindo melhor dos pontos fortes e buscando melhorar os negativos, o maior de todos talvez seja a paciência…

  8. Rebeca says:

    Depois da realização das atividades, me perguntei: “Não estou focando demais nos pontos fracos dos meus liderados?”. Todo conteúdo visto até o momento permitiu a expansão da minha visão e opinião.

  9. NARCIANE BERTOLACCINI DE SOUZA says:

    É desafiador realizar um exercício de autoconhecimento. As vezes é difícil reconhecer e verbalizar nossas qualidades, mas mais desafiador ainda é encarar de frente o que nos trava, nos puxa para baixo ou nos estagna. Lendo o conteúdo do artigo, e respondendo as questões nos leva a uma reflexão profunda que com certeza servirá de base para o desenvolvimento de uma liderança humanizada e diferenciada.

  10. DANIEL PINHEIRO VELASCO says:

    Perfís e pontos fortes diferentes que constroem uma empresa de sucesso. Saber onde somos melhores e onde podemos desempenhar um melhor trabalho permite que direcionemos nossos esforços com maior assertividade no caminho do desenvolvimento.
    Como uma equipe, é importante que cada um desempenhe seu papel da melhor forma possível sem deixar de ter empatia e colaborar para que cada área tenha condições de dar o melhor de si.

  11. ANDRE WILLIAN CANDIDO says:

    Estou gostando desse novo aprendizado principalmente em olhar primeiramente pra si mesmo , e se desafiar a não cometer maus hábitos , lendo e respondendo ao texto ajuda a nós termos uma base ao menos um norte por onde começar

  12. Claudelei Silva says:

    Vejo aqui o quanto é difícil pra mim olhar pro meu interior para se conhecer melhor, poder falar de mim mesmo é um desafio.

  13. Verônica Felix says:

    Como disse Sócrates: “Conhece-te a ti mesmo”, conhecimento tem sido a palavra chave, por mais que o ideal seja potencializar os pontos fortes e quanto às fraquezas uma tratativa menos dedicada, para ambos os casos precisamos nos conhecer, e muito. Em cada pergunta consigo extrair um pouco mais de autoconhecimento.

  14. Raul Felipe Lopes says:

    Quando temos que fazer uma autoavaliação, torna-se uma tarefa difícil de realizar quando estamos inseridos na rotina acelerada e não tiramos um tempo para pensar, investir e potencializar a nós mesmos. Antes de conhecer outras pessoas, primeiramente temos que nos conhecer!

  15. GUILHERME BOTECHIA says:

    É extremamente difícil dizer sobre si, pois cada pessoa que nos cercam tem uma visão diferente de quem somos.
    Mas o mais importante é sermos justos, humildes e capazes de melhorar a cada dia que passa.

  16. Pedro Henrique says:

    Conhecer a si mesmo é um pré-requisito indispensável para quem quer se desenvolver em todas áreas da sua vida, seja pessoal ou profissional. Um profissional que conhece a si, tem mais segurança para trabalhar e tomar decisões. Lembrarmos constantemente em que somos bons e em que podemos ser melhores, pode trazer resultados triunfais.

  17. José Veridiano Alves Junior says:

    Quando pensamos em autoconhecimento, autoanálise, logo os primeiros pensamentos que nos surgem são: quais meus defeitos? Minhas falhas? Em que posso melhorar? Muitas vezes sabemos quais os pontos a serem melhorados, mas pela correria diária não priorizamos esta evolução tão necessária! Está sendo muito importante esta jornada, para que possamos avaliar essa necessidade e entender como de fato podemos exercer nossos pontos fortes.

  18. Diogo Ramos Pereira says:

    Sem dúvida o autoconhecimento é imprescindível para nosso crescimento, e quando focamos em nossos pontos fortes podemos agilizar esse processo.

  19. Sidney perboni says:

    Com o resultado do DISC e com o autoconhecimento, a primeira coisa q veio em mente foi, melhor os pontos fracos, com a leitura do texto acima, mudei meu foco de início, agora é tornar meus pontos fortes mais fortes e melhor os pontos fracos

  20. Josimar Paulo de Abreu says:

    O artigo que acabei de ler e aprender, com certeza trará inúmeros benefícios para minha vida profissional e familiar. O auto-conhecimento é muito importante, pois quando lideramos servimos de exemplo e nos conhecendo melhor fica mais fácil deixar de lado os maus hábitos.

  21. José Jordano Rodrigues Miranda says:

    Talvez, um dos maiores desafios de qualquer pessoa que possui o papel de gerenciar, é proporcionar o ambiente adequado para o outro realizar tarefas que potencializam suas qualidades. Por conta disso, a percepção do ponto forte do outro é tão importante quanto reconhecer suas próprias, se tornando esse também um processo de autoconhecimento, visto que, reconhecer a qualidade do outro se torna mais fácil quando as suas próprias já são conhecidas.

  22. Jordano says:

    Talvez um dos maiores desafios de qualquer pessoa que possui o papel de gerenciar, é proporcionar o ambiente adequado para a outro pessoa realizar tarefas que potencializem suas qualidades .
    Por conta disso, a percepção do ponto forte do outro é tão importante quando reconhecer às suas próprias, se tornando esse também um processo de auto-conhecimento , visto que reconhecer a qualidade do outro , e mais fácil que reconhecer a nossa própria.

  23. LEONARDO MESSIAS DE OLIVEIRA says:

    O maior desafio como gestor é atender e com agilidade as expectativas dos nosso liderados para que não aja uma frustação dos nossos colaboradores,isso impacta diretamente no rendimento e resultados de uma organização.
    Obs:devemos ter resposta rápida mais com verdade e sinceridade.

  24. Felipe Camilo de Souza says:

    Saber meus pontos fortes irá me ajudar a me desenvolver ainda mais e trazer melhorias em minha vida pessoal e profissional.

  25. FABRICIO VINICIUS RODRIGUES RIBEIRO says:

    Excelente texto, nos faz refletir bastante para começarmos a olharmos mais para nós mesmos do que para os outros, a dica para eliminar maus hábitos podemos nos ajudar a eliminar situações que nos prejudiquem.

  26. Nicolas Fernandes says:

    Focar e aprimorar em meus pontos fortes trarão muito mais resultados do que corrigir pontos fracos. Livrando-se de maus hábitos os resultados virão mais rápido e com muito mais intensidade.

  27. Ana Júlia Ortigoza says:

    Compreender a importância do autoconhecimento é fundamental para nosso desenvolvimento tanto pessoal quanto profissional. Ao trabalharmos nossos pontos fortes, construímos uma base sólida para lidar com os desafios cotidianos e tomadas de decisões assertivas e eficazes.

  28. ADRIANO SANTANA says:

    É difícil nos avaliarmos, reconhecer nossos erros e acertos, ter essa reflexão, ter a consciência dos pontos forte e fracos é fundamental para nos tornar grandes lideres e sermos reconhecidos, algumas competências e habilidades desenvolvemos e aprimoradas com o tempo, ou seja temos que evoluir a cada dia reconhecendo os pontos fortes e aprimorando os pontos fracos para que possamos apoiar o desenvolvimento dos liderados e ser capaz de influenciá-los.

  29. Geraldo De Melo Silva says:

    Autoconhecimento é fundamental, preciso manter os pontos fortes e melhorar os pontos fracos.

  30. Nicolas Lossolli says:

    Conhecer os pontos fortes e torna-los ainda mais fortes é mais importante do que corrigir os pontos fracos.

  31. Rafael de Almeida Lopes says:

    O autoconhecimento é fundamental para o nosso desenvolvimento, tanto pessoal quanto profissional. Quando conhecemos e buscamos nossas potencialidades fortes – nossas habilidades, talentos e características positivas – isso nos conduz a alcançar o sucesso e a satisfação. Reconhecer também as potencialidades reduzidas, ou seja, as áreas em que há oportunidades de melhoria ou desafios a superar, é igualmente importante. Isso nos permite identificar áreas de desenvolvimento, implementando estratégias para aprimorar ou compensar essas fraquezas.

  32. Rubens Lopes Ribeiro Neto says:

    Líderes que possuem um bom autoconhecimento conseguem se relacionar melhor com suas equipes e motivar as pessoas. Entender e aprimorar seus pontos fortes e fracos é essencial para uma liderança de sucesso.

  33. Rhitiere Leonaro says:

    É importante focar nas potencialidades individuais, trabalhar em equipe, identificar obstáculos, eliminar maus hábitos e investir em ações que capitalizem os pontos fortes. Uma abordagem encorajadora e prática para promover crescimento pessoal e profissional.

  34. Silmara Silva says:

    Como é difícil nos avaliarmos, reconhecer nossos erros e acertos, conseguir identificar em nós mesmo, algumas competências e habilidades, acredito ser um processo lento, ou seja temos que evoluir a cada dia reconhecendo os pontos fortes e aprimorando os pontos fracos para que possamos apoiar o desenvolvimento dos liderados e ser capaz de influenciá-los.

  35. Rebeca Penteado says:

    Como já dito nos comentários, o autoconhecimento é importante mas árduo de se obter sem as ferramentas e orientações adequadas que estamos tendo com o curso. Vejo que reconhecendo meus pontos à se desenvolver (fracos) e aqueles a serem ainda mais desenvolvidos (fortes), enquanto liderança, posso fortalecer minha equipe e trabalhar com os colaboradores com um formato mais adequado para mim e para eles também.

  36. Marcos Antonio Zimiani says:

    Nosso 1º encontro foi muito bom!
    Falar e fazer reflexões sobre o autoconhecimento me fez pensar muito nas ações que temos diariamente e perceber o quanto podemos potencializar nossos pontos fortes e melhorar o que temos de fraqueza.

  37. Daniela Mattioli says:

    Como é importante se autoconhecer para poder focar nos pontos fortes e desenvolver o pontos fracos.

  38. milena migatta says:

    Auto conhecer, reconhecer, surpreender tem sido aspectos que venho buscando cada dia com mais intensidade.

    • Adriano da Costa Spadoni says:

      Autoconhecimento é algo desafiador na carreira de qualquer profissional.
      Analisar pontos fortes, melhoras pontos fracos, tudo isso requer muita dedicação de cada um, pois todos nós, sendo gestores/líderes temos uma enorme responsabilidade em pessoas e processos.
      Explorar cada tema ao mesmo tempo em que tudo acontece em nosso dia a dia, só com um ótimo treinamento que estamos tendo para alcançarmos o sucesso.
      No nosso primeiro encontro muitas dúvidas surgiram, muitas respostas também e principalmente muito aprendizado foi compartilhado.
      Refletir diariamente sobre os ensinamentos e colocá-los em prática é meu maior desafio neste momento.
      Entender para atender, essa uma frase que levo comigo pensando nos meus clientes internos e na minha equipe todos os dias!

  39. Andressa Spadoni says:

    Autoconhecimento é a palavra chave. Potencializar os pontos fortes sem me esquecer dos pontos fracos a desenvolver.
    Nosso primeiro encontro foi muito construtivo. Desde então tenho realizado reflexões diárias para conseguir melhores resultados e realizar a autogestão dos meus papéis.
    Quero inspirar e motivar pessoas!

  40. Stefany Machado says:

    Muito bom refletir quem somos, no dia a dia acabamos sempre “fazendo mais” e muitas vezes não refletimos sobre pontos de melhoria.

  41. Ana Paula Possebon Carda says:

    As ferramentas e o caminho a ser trilhado para o autoconhecimento são fundamentais para o desenvolvimento dessa virtude. Quando amadurecida, acredito que o reflexo institucional será evidente e explícito.

  42. Gisele Delazari says:

    Bom dia,
    Adorei o nosso 1º encontro, e ao realizar as respostas das perguntas percebo o quanto preciso me conhecer para poder portanto conhecer meus liderados e também o quanto de maus hábitos estão instalados em meu dia a dia. O curso será de grande aprendizado e importância.

  43. Vivian Limongi says:

    A jornada começou com uma experiência enriquecedora: o quanto banalizamos nossas fortalezas e focamos nos pontos fracos? Os questionamentos nos fazem mergulhar nas profundezas de um mar de possibilidades a serem revistas no dia a dia de acordo com o autoconhecimento.

  44. Vivian Limongi says:

    jornada começou com uma experiência enriquecedora: o quanto banalizamos nossas fortalezas e focamos nos pontos fracos? Os questionamentos nos fazem mergulhar nas profundezas de um mar de possibilidades a serem revistas no dia a dia de acordo com o autoconhecimento

  45. Vivian Limongi says:

    A jornada começou com uma experiência enriquecedora: o quanto banalizamos nossas fortalezas e focamos nos pontos fracos? Os questionamentos nos fazem mergulhar nas profundezas de um mar de possibilidades a serem revistas no dia a dia de acordo com o autoconhecimento.

  46. Adriano da Costa Spadoni says:

    Autoconhecimento é algo desafiador na carreira de qualquer profissional.
    Analisar pontos fortes, melhoras pontos fracos, tudo isso requer muita dedicação de cada um, pois todos nós, sendo gestores/líderes temos uma enorme responsabilidade em pessoas e processos.
    Explorar cada tema ao mesmo tempo em que tudo acontece em nosso dia a dia, só com um ótimo treinamento que estamos tendo para alcançarmos o sucesso.
    No nosso primeiro encontro muitas dúvidas surgiram, muitas respostas também e principalmente muito aprendizado foi compartilhado.
    Refletir diariamente sobre os ensinamentos e colocá-los em prática é meu maior desafio neste momento.
    Entender para atender, essa uma frase que levo comigo pensando nos meus clientes internos e na minha equipe todos os dias!

  47. Paulo Segala says:

    O autoconhecimento é fundamentalmente importante para o desenvolvimento pessoal e profissional. Contudo é uma tarefa complexa e que demanda aceitação. Através da ferramenta DISC, pude revisitar pontos fortes e pontos a desenvolver. Importante conhecer o potencial da ferramenta para que possamos usufruir de seus benefícios em prol do auto desenvolvimento e da assertividade para potencialização dos pontos fortes de cada colaborador. Trata-se de um processo de aceitação das diferenças e focar coletivamente nos resultados. Inspiração e eficiência caminham lado a lado para determinar um bom líder!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *