UM LUGAR PARA CHAMAR DE NOSSO

Um Lugar para Chamar de Nosso

Precisamos de espaço territorial, isso nos traz segurança, uma necessidade básica humana, precisamos dela para viver e seguir com as nossas vidas. Por isso é tão importante ter um lugar para  chamar de nosso.

A segurança está relacionada com a proteção do “eu psicológico e físico”, e também ao respeito, a ordem e a estabilidade. Precisamos de garantias e de sabermos que estamos fora de perigo, caso contrário, nos sentimos invadidos e desconfortáveis, o que gera estresse, ansiedade e às vezes, raiva.

Queremos ter familiarização com a área onde estamos, sabermos onde pisamos e que estamos seguros. Sentimo-nos mal quando somos ameaçados. Quando temos segurança, ficamos mais leves e descontraídos.

Uma pessoa que chega a um local pela primeira vez, ou novo emprego, precisa conhecer primeiro o território somente depois é que sente-se segura para mostrar quem é ou para dar suas opiniões. Precisa de segurança e de saber que há um espaço ali para si. Se não o temos, brigamos por ele.

Não Gostamos que Invadam Nosso Espaço

Por isso não gostamos que invadam nossas casas e jardins. Existem inúmeras disputas judiciais entre vizinhos que invadem alguns centímetros do terreno do outro. Ouvimos casos de brigas por terras que resultaram em morte de um dos vizinhos.  Até mesmo os pequenos galhos de árvores do quintal alheio que crescem para dentro de nosso terreno nos incomodam.

Sentimo-nos mal quando abrem nossas gavetas, janelas ou mudam nossas coisas de lugar sem permissão. Não gostamos que mexam em nossas roupas, livros ou coisas. Elas são nossas, estão em nosso território. Isso vale para todos os lugares.

Queremos Nosso Espaço no Trabalho

Da mesma forma, sentimo-nos abusados e ficamos irritados quando ultrapassam nossa área de responsabilidade no trabalho. Precisamos de uma mesa, uma sala, um trabalho com funções claramente definidas.

Nos perturbamos com o simples fato de alguém sentar-se à nossa mesa. Repare que em estações de trabalho com espaço não demarcados, existe uma linha psicológica que divide o local. Esse espaço pessoal geralmente é de 1,20 metros do nosso corpo. É visível o incômodo quando a outra pessoa invade essa área. Não há nenhuma linha demarcando o território, mas nossa mente emocional de maneira instintiva faz isso por nós.

Conheço uma grande corporação, em que as pessoas não possuem espaços definidos para trabalhar e podem sentar-se em lugares diferentes todo dia se assim o quiserem. No entanto, todos os dias, elas sentam-se no mesmo lugar. Isso ocorre porque sentimo-nos bem e confortáveis ao reconhecer os limites.

E assim como precisamos de um espaço para chamar de nosso, outras pessoas também precisam do delas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aviso Legal: O resultado individual varia conforme o nível da habilidade aprendida, a dedicação e o esforço de cada participante. Dispensar

X