A DOR DA INGRATIDÃO

gratidão

A gratidão é uma virtude moral, um relevante, saudável e  positivo aspecto do desenvolvimento humano. É valorizada por todos os povos e em todas as culturas. Ela existe quando reconhecemos que alguém prestou um benefício, um auxílio, um favor ou que provocou alguma situação positiva em relação à nós.

Pesquisas da Psicologia Positiva revelam que pessoas que se sentem agradecidas são mais carinhosas, alegres e entusiasmadas. Notavelmente, a família, os amigos, os parceiros e outras pessoas do seu relacionamento relatam que elas são mais extrovertidas, mais otimistas e mais confiáveis.

Pessoas verdadeiramente gratas não são passivas, pelo contrário, elas são ativas e possuem muita força de vontade.

Já a ingratidão é considerada pelos maiores estudiosos do mundo, a mais terrível, inatural e maléfica atitude de um ser humano.

Uma das razões pelas quais as pessoas odeiam umas às outras é o fato de não serem reconhecidas nem valorizadas pelos seus empenhos e esforços.

Pessoas ingratas são aquelas que apesar de fazermos tudo que podemos por elas, não dizem nem ao menos “obrigado”.  São incapazes de reconhecer nosso empenho e as energias despendidas quando precisaram de nós.

São várias as consequências negativas da ingratidão. Ela causa uma dor psicológica imensa. Nossa autoestima fica abalada, ficamos arrasados, como se não tivéssemos valor, como se não significássemos nada para aquela pessoa. Sentimo-nos usados e tolos; desapoiados e desrespeitados. E naturalmente perdemos a motivação para auxiliar ou apoiar a pessoa novamente.

Isso vale tanto na área pessoal quanto no trabalho. Quando um colaborador não é reconhecido, ele perde o entusiasmo e a motivação e logo pensa: “Se a empresa não reconhece meu valor, porque devo me sacrificar por ela?”.  Da mesma forma, o gestor que demonstra gratidão a seu funcionário e esse não lhe dá valor também se sente impelido a não valorizá-lo novamente e não querê-lo mais por perto.

Por outro lado, o exagero do agradecimento também é um problema. Algumas pessoas substituíram a palavra “atenciosamente” por “gratidão”. Ao pronunciarmos ou escrevermos essa palavra indiscriminadamente, banalizamos o seu uso e não indicamos o que realmente é valioso e importante para nós.

Quando entendemos e nos colocamos na perspectiva do outro, temos mais probabilidade de expressar gratidão pelas ações dessa pessoa. Agradeça todas as vezes que alguém fizer algo bom por você. Essa atitude fará você sentir-se bem consigo mesmo e facilitará sua conexão e o relacionamento com o outro.

2 thoughts on “A DOR DA INGRATIDÃO

  1. Avatar
    Silvana M A Froes says:

    Lindo texto, muitas pessoas cometem erros absurdos por esta dor absurda!
    vamos analisar mais ♥

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aviso Legal: O resultado individual varia conforme o nível da habilidade aprendida, a dedicação e o esforço de cada participante. Dispensar

X