COMO COMBATER O ESGOTAMENTO MENTAL

Esgotamento Mental

Identificando o Esgotamento

Você sofre de falta de concentração e dificuldade de memória? Sente cansaço crônico? Sente-se ineficaz e improdutivo? Irrita-se com facilidade? Tem pensamentos e atitudes negativas? Sente-se apático? Falta energia até mesmo para fazer as atividades que gosta? Você exige tanto de si no trabalho que seu cérebro não aguenta mais?

Se respondeu sim à maioria das perguntas, provavelmente está com esgotamento profissional, caracterizado pela Síndrome de burnout, um tipo de estresse de caráter persistente vinculado as situações de trabalho, resultante da constante e repetitiva pressão física, emocional ou mental.

O desgaste ocorre por tempo demais e pode ser atribuído à várias situações.

Quais as Causas do Burnout?

Podemos atribuir as causas do burnout a várias situações, vamos citar seis principais:

  1. Profissões que exigem envolvimento interpessoal direito e constante.
  2. Longas jornadas de trabalho sem descanso, ausência de perspectiva para o futuro.
  3. Falta de harmonia entre as pessoas do trabalho.
  4. Relacionamento difícil com a chefia.
  5. Sentimentos de desqualificação profissional.
  6. Problemas em lidar com as demandas intensas do trabalho.

5 Dicas Valiosas para Combater o Burnout

Mesmo com tudo isso, é possível combater o burnout, começando pela diminuição das intensas atividades do cérebro pois nesse caso, o maior esgotamento é o mental.

Vamos dar 5 dicas valiosas para você desacelerar sem se sentir culpado.

Dica n° 1

Relaxar sem sentir culpa.

Tal como um veículo que não pode manter-se acelerado o tempo todo, sob o risco de entrar em pane, o cérebro também precisa mudar de marcha. Necessita de válvulas de escape. Se toda a tensão vem do excesso de trabalho, o relaxamento é fundamental, essa é nossa primeira dica: relaxar, mas atenção, praticar o relaxamento ativo e não o passivo.

Relaxamento ativo x relaxamento passivo

Há uma enorme diferença entre relaxamento ativo e relaxamento passivo. Quando praticamos esportes, jogamos videogames, fazemos pequenos consertos domésticos, jogos de tabuleiro ou baralho, praticamos jardinagem ou levamos o cachorro para passear, interagimos com o inesperado, somos desafiados de alguma forma e nossas mentes estão respondendo. Todas essas atividades representam criatividade pessoal, movimentos corporais e motivação intelectual. São relaxamentos ativos, renovam a nossa mente, nos energizam e são altamente indicados para pessoas com esgotamento.

Assistir a filmes bobos, ler livros superficiais, fumar e comer demais são relaxamentos passivos que não desenvolvem nosso cérebro, embotam nosso espírito e dificultam o retorno à consciência. É o caso de passar longas horas nas redes sociais, sem nenhuma finalidade. Por exemplo, você vê a foto do Eduardo, seu amigo, que marcou o Márcio, que você não conhece direito, clica no nome do Márcio e vai para a página da Aline e de-repente você se dá conta que vinte minutos se passaram e você está vendo as fotos do namorado da Aline, pessoa de quem você nunca ouviu falar.

O relaxamento passivo nos dá a sensação de improdutividade e perda de tempo, geralmente nos sentimos culpados, diferente do ativo onde nos sentimos bem.

O mindfulness e a yoga são excelentes relaxamentos ativos.

Dica ° 2

Adotar hábitos alimentares saudáveis.

Dica ° 3

Praticar exercícios físicos regularmente. Ainda que seja uma pequena caminhada.

Dica ° 4

Ter horas de sono suficientes.

O cérebro não descansa como o corpo, ele entra em estágios diferentes durante o sono e trabalha principalmente na fixação das experiências e na restauração da memória. Quando não dormirmos adequadamente, não teremos essa memorização, consequentemente, no dia seguinte sentiremos maior dificuldade em trabalhar a memória, o que só piora com o passar do tempo.

Dica ° 5

Resolver o Problema

É fundamental identificar o problema causador do estresse e resolvê-lo.

O mais importante de tudo é recuperar-se do burnout o quanto antes. Caso não consiga fazer isso sozinho, procure especialistas para ajudá-lo. O que não pode é entrar em um círculo vicioso, tentando trabalhar mais para compensar a ineficiência causada pelo burnout, ocasionando mais esgotamento mental.

CLIQUE AQUI PARA BAIXAR NOSSO E-BOOK E CONHEÇA SEU NÍVEL DE ESGOTAMENTO – ES

Salvar

One thought on “COMO COMBATER O ESGOTAMENTO MENTAL

  1. Avatar
    Aline de Freitas Barros says:

    Boa tarde Sres,

    Como funciona este tratamento?
    Vcs fazem atendimento pessoal?
    Alguma indicação no RJ?

    Aguardo comentários.

    Obrigada,

    Aline

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aviso Legal: O resultado individual varia conforme o nível da habilidade aprendida, a dedicação e o esforço de cada participante. Dispensar

X