COMO DESENVOLVER A AUTOCONFIANÇA

COMO DESENVOLVER A AUTOCONFIANÇA

A autoconfiança é uma das competências emocionais mais requeridas pelo mercado, considerada fundamental para alcance dos objetivos, autorrealização e sucesso. Não se deve, no entanto, confundir autoconfiança com arrogância. A primeira diz respeito à pessoa confiar na sua capacidade de fazer ou realizar algo enquanto que na segunda a pessoa acredita ser melhor do que realmente é. Jack Welch, um dois CEOs mais admirados em todo o mundo disse que a distância entre uma e outra é quase imperceptível.

Baixa Autoconfiança no Trabalho

No ambiente laboral os profissionais com baixa autoconfiança, não só perdem oportunidades, como não tem iniciativa. Na prática, quem não confia em si mesmo e no seu trabalho, se limita a esperar que os outros digam o que e como fazer, impactando no seu desenvolvimento profissional e na carreira. A falta de confiança gera a insegurança; o profissional sempre está questionando a qualidade de suas atividades, o que pode levar ao perfeccionismo exagerado e a má gestão do tempo.

A falta de autoconfiança limita a carreira do profissional pois faz com que ele deixe de confiar em seus talentos, competências e capacidades, refletindo na sua proatividade – a pessoa começa a perder a capacidade de ter iniciativa.

O Grande Obstáculo da Autoconfiança

O medo é um grande obstáculo no caminho da autoconfiança e, sistematicamente devemos combatê-lo.

É quando desafiamos aquela voz crítica e negativa interior que diz: “Você não pode fazer isso”,  “Você não sabe nada sobre isso”,  Você parecerá ridículo”,  “Você fracassará” ou “Você é muito burro…”

Como Combater o Maior Inimigo da Autoconfiança

Quando tomamos consciência da voz interna negativa, conseguimos silenciá-la.

Dois passos são fundamentais para  aumentar a autoconfiança:

Primeiro Passo – Compreensão

Para combater o medo é  preciso compreender a sua natureza, se é real ou imaginário, tranquilizando nossa mente, gerenciando os pensamentos negativos, criando laços emocionais com pessoas que possam nos ajudar e acima de tudo, focar nos pontos fortes confiando em nosso potencial.

Segundo Passo – Preparação

O segundo passo é preparar-se para o desafio, é um processo que precisa ser construído. Ninguém acorda em um dia e simplesmente resolve ser autoconfiante. É o caso de um profissional que fará uma apresentação para o seu cliente, não basta se sentir autoconfiante se não se preparar, conhecer o mercado, a empresa, o produto.

Gerenciamento das Emoções – Inteligência Emocional

É possível fortalecermos nossa autoconfiança, tendo a percepção e gerenciamento de nossas emoções por meio da Inteligência Emocional.

Podemos rever  nosso modelo mental, e projetar para o futuro a pessoa que queremos ser, o que queremos passar e assim  criarmos um “retrato mental” para que seja revertido em ações no presente.

Podemos ressignificar as oportunidades perdidas e o desgaste profissional decorrentes da falta de confiança em nós mesmos e nos automotivarmos para adquirirmos uma postura positiva rumo à autorrealização.

Exercício da Autoconfiança

Todos podemos ser autoconfiantes sem nos tornarmos arrogantes. É possível desenvolver essa competência, não nos importando com o que os outros digam, pois temos toda a capacidade que necessitamos para obter o que desejamos ou precisamos no mundo.

A melhor forma de obtermos esse pode é confiando em nós mesmos.

Segundo Napoleon Hill, um dos homens mais influentes na área de realização pessoal de todos os tempos:

A autoconfiança desenvolve-se quando usada e desaparece quando não exercitada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aviso Legal: O resultado individual varia conforme o nível da habilidade aprendida, a dedicação e o esforço de cada participante. Dispensar

X