GESTÃO DO ABSENTEÍSMO

GESTÃO DO ABSENTEÍSMO

“Carlos faltou ao trabalho”, disse a gerente de RH. “Outra vez?” – perguntou o supervisor. Essa situação é vivenciada cada vez mais no mundo do trabalho, em todos os tipos e tamanhos de organizações por muitos profissionais que consciente ou insconscientemente, utilizam dessa prática para se afastar do contexto laboral.

Segundo pesquisa da OIT (Organização Internacional do Trabalho, 2013) 75% da totalidade de faltas na indústria são justificadas por atestados médicos. Algumas dessas ausências afastam os profissionais de situações indesejáveis no trabalho, influenciando sua decisão de comparecer à empresa ou permanecer em casa.

Mas por que as pessoas faltam tanto ao trabalho?

Primeiro é necessário entender o significado do trabalho para cada um, que tanto pode ser positivo quanto negativo. Se por um lado ele representa um conjunto de valores, sendo uma atividade indispensável para o desenvolvimento individual e coletivo das pessoas, consistindo em um dos principais meios para aquisição de identidade (uma das principais necessidades humanas), por outro lado o trabalho pode ocasionar doenças, insatisfação, conflitos e desmotivação, gerando o absenteísmo.

Significado do Absenteísmo

O absenteísmo significa a ausência do funcionário no período de trabalho, ou a soma de tempo em que ele se ausenta da empresa, seja ela por falta ou atraso.

As causas desse problema geralmente estão relacionadas a doenças ocupacionais de ordem física ou emocionais como o estresse, por exemplo.

E o que ocasionam as doenças ocupacionais?

Existem situações explícitas ou veladas que atenuam o problema. É o caso de infraestrutura inadequada, gestão e cultura centralizadora, liderança autoritária, falta de valorização e reconhecimento do profissional, dentre outros.

Outro fato que contribui para o absenteísmo é o momento econômico de pleno emprego onde as pessoas podem escolher mudar de trabalho praticamente quando desejarem combinado com o fato de que a maioria dos profissionais ativos são da geração Y, com comportamentos e valores diferenciados, que não temem nem sentem culpa por faltar ao trabalho.

Prejuízos com o Absenteísmo

Por ser complexo e de difícil gerenciamento é complicado contabilizar o prejuízo com esse problema, mas sabe-se dos seus impactos negativos, tais como:

  • Diminuição da produtividade
  • Aumento do custo da produção
  • Desorganização das atividades
  • Redução da qualidade do produto/serviço
  • Diminuição da eficiência no trabalho
  • Sobrecarga de outros colaboradores
  • Limitação de desempenho da equipe

10 Práticas para Diminuir o Absenteísmo

Muitas organizações preocupadas com o alto índice de absenteísmo procuram investigar sua causa e formulam planos de ação para implementar medidas para sua diminuição.

Ao longo do tempo, por meio das minhas consultorias, práticas organizacionais, aulas e orientações de dissertações de mestrado observei que algumas práticas são importantes para diminuir o absenteísmo.

Seguem 10 práticas de baixo custo que as empresas podem adotar:

  1. Criar engajamento e significado no trabalho.
  2. Incentivar a integração entre os colaboradores.
  3. Desenvolver os colaboradores em todos os níveis.
  4. Incentivar suporte dos superiores à equipe.
  5. Demonstrar a importância da contribuição individual para o todo da organização.
  6. Realizar pesquisas de clima organizacional periodicamente.
  7. Estimular os exercícios laborais.
  8. Incentivar hobbies e trabalhos voluntários.
  9. Estimular o desenvolvimento pessoal por meio de treinamentos e coaching.
  10. Estimular o clima organizacional positivo.

A gestão do absenteísmo não depende somente da empresa.

Infelizmente, muitos profissionais faltam porque querem, não tem motivo, mas se valem dessa condição para fazer outras coisas, como viajar, por exemplo.

A conscientização desse prejuízo causado à equipe e à empresa também é bastante válida para diminuir esse problema.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aviso Legal: O resultado individual varia conforme o nível da habilidade aprendida, a dedicação e o esforço de cada participante. Dispensar

X