FALÊNCIA EMOCIONAL: COMO EVITAR

Falência Emocional: o que fazer a respeito?

Na contabilidade, quando uma empresa deve mais recursos do que possui, é considerada insolvente, ocorre quando não consegue pagar suas dívidas. Da mesma forma, quando tem mais despesas que receitas, ela é deficitária.

Em ambos os casos, a situação é ruim.

Agora, considere sua vida como um balanço: as emoções e experiências positivas representam as receitas e as negativas, as despesas.

Se a longo prazo você tem mais sentimentos e experiências ruins (custos) do que boas (receitas), significa que está acumulando perdas que pode leva-lo à falência emocional.

Falência Emocional Coletiva

Com efeito, imagine um grande número de pessoas como você, experimentando emoções negativas continuamente, sendo contaminadas também com falas e sentimentos negativos dos outros ou expostas às notícias ruins o tempo todo.

Diante disso, grande quantidade de falências emocionais individuais somadas umas às outras resultam em toda uma população raivosa, mal humorada, ansiosa, depressiva ou infeliz, com consequentes baixos níveis de bem-estar.

Assim, não precisa ser expert em falências para concluir que comunidades inteiras podem facilmente falir emocionalmente. Aliás, sociedades e países inteiros estão quebrados, gerando problemas sociais muito preocupantes e perturbadores. Como resultado, tem-se, por exemplo, o aumento do consumo de drogas e álcool, já que eles levam ao alívio imediato da ansiedade e fuga da realidade.

Infelizmente, outras situações negativas podem aparecer levando a extremos de intolerância religiosa e/ou política, como esses que estão ocorrendo no Brasil e Estados Unidos.

É possível evitar tudo isso? 

Equilíbrio é Fundamental

Não temos o remédio para todos os males. Mas podemos sempre contribuir com um mundo melhor.

‘Comece por você, equilibre seu balanço emocional. Não se deixe contaminar pelos sentimentos negativos de outras pessoas, evite notícias desalentadoras que abaixam seu nível de otimismo e esperança. Da mesma forma, feche os ouvidos para comentários alheios, redes sociais e TV que além de não acrescentarem nada, o levam ao mau humor e ao estado de espírito negativo.

Sobretudo, aumente suas receitas com emoções positivas como a gratidão e o perdão. Finalmente, mantenha o equilíbrio mesmo em situações de pressão. Você pode sentir as emoções negativas, mas não precisa agir baseado nelas.

Isso lhe fará crescer, prosperar e não falir emocionalmente.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *